terça-feira, 9 de agosto de 2011

Queima de arquivo! Militares que "mataram" bin Laden podem ter sido assassinados


É muito conveniente a morte deles... Assim deixam de ser uma ameaça para a farsa do suposto assassinato de Bin Laden, que já estava morto há um bom tempo.,,, Vamos a notícia:

HELICÓPTERO ABATIDO DE FORMA SUSPEITA: Alex Jones discute o caso do helicóptero que foi abatido no dia 05 de agosto de 2011 em Wardak ( corrigido), no Afeganistão, e que levava mais de 20 integrantes da equipe "SEAL 6", que executa "Black Ops" (Operações Clandestinas), e que foi responsável pela Operação bin Laden, na qual o terrorista foi supostamente morto e sepultado no mar.

FONTES CONFIRMAM - FOI QUEIMA DE ARQUIVO: Alex Jones revela que 3 de suas fontes militares, que sempre lhe passam informações e previsões precisas, confirmam que este evento no Afeganistão trata-se de queima de arquivo.

ESTATISTICAMENTE IMPOSSÍVEL: As coincidências e peculiaridades que envolvem este caso são de deixar o queixo caído:
• É a maior baixa de militares em um único dia, em 10 anos de operações no Afeganistão.
• Além de ser a maior baixa, transportava um grande número de militares SEALs da marinha, que é uma equipe militar altamente especializada, portanto uma minoria entre os militares americanos. É muitíssimo mais provável ocorrer eventos desta natureza com militares comuns, que são um número muito maior de pessoas e que fazem muito mais viagens de helicóptero, em números absolutos.
• "Por coincidência", os militares que morreram neste evento são os mesmos que executaram a missão que matou bin Laden.
• Militares SEALs dificilmente viajam em grande número em um mesmo helicóptero.
• Militares SEALs não utilizam helicópteros Chinook da Guarda Nacional (helicóptero que foi abatido no Afeganistão) para executar as suas missões.
• Foi divulgado que os Talibãs sabiam que os SEALs estariam no helicóptero que foi abatido, mas pouquíssimas pessoas nas forças armadas americanas sabem aonde os SEALs executam suas missões.

O objetivo desta missão foi assassinar o restante dos SEALs 6 da marinha, equipe que executou a Operação bin Laden, porque eles estavam ameaçando vir a público para revelar a farsa que foi essa operação, que bin Laden não estava naquela mansão, que eles estavam em busca de outro terrorista, e que parte da equipe SEAL 6 morreu quando um helicóptero invisível ao radar, de última geração, teria explodido por razões desconhecidas, apesar de ter sido divulgado que foi devido à falha do piloto.

Mais uma vez o governo americano usa seus militares como lenço descartável. Depois de limpar a sujeira, é só jogar no lixo. O que mais é preciso para que os militares americanos reajam a este governo que trabalha para a elite globalista?
Fontes: http://www.youtube.com/user/BrasiLIndomaveL

http://www.libertar.in/2011/08/queima-de-arquivo-militares-que-mataram.html


Fonte: http://www.revelacaofinal.com/2011/08/queima-de-arquivo-militares-que-mataram.html#ixzz141vdKEog

2 comentários:

  1. O helicoptero foi abatido em wardak , leste afegão e não cabul , centro !

    ResponderExcluir

Blog Archive

Nossos visitantes!