sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Segundo Sol ou será Nibiru? O que os sumérios tem a nos dizer?


.
Vídeo postado no dia 06/09

A presença de dois sóis no horizante, realmente é desconcertante. Os efeitos de sua aproximação , vêm aguçando a mente humana sobre um "fim". Mas lembremos que, essa não é a primeira e nem a última  que o segundo sol passa por aqui, seja ele apenas um segundo sol (de um sistema solar binário - uma "pequena" estrela marrom) ou  o Nibiru / Marduk/ Hercobólus (terra dos anunnakis). Claro que se ele realmente for o Nibiru, retratado por zecharia,  bem maior que o nosso planeta , sua passagem obviamente será "percebida" por nós... mas não é hora de medo ou pânico e sim, de preparo. Ainda há esperanças de ser apenas um "balão meteorológico"... ou de ser Zecharia um louco que imaginou muita coisa nas traduções das tábuas sumérias (como muitos afirmam).

Se ele for mesmo o Nibiru, segue abaixo, vários trechos retirados do livro Décimo segundo planeta (capítulo 8) , de Zecharia Sitchin , em azul, que fala justamente sobre o tão famoso segundo Sol... ops ... Nibiru, que passa por aqui a cada 3600 anos.

         Claro, que para a formação do sistema solar, foi escrito um épico. O chamado Épico da Criação feito pelos Babilônios nos informa que cada planeta do  sistema solar possui o nome de um Deus antigo, um deus Annunaki sumério, e o filho do Sol (por ser semelhante a ele) Marduk é um planeta, digamos, 'intruso' . Segundo os sumérios, Marduk colidiu com Tiamat (Terra), tirando o planeta de sua órbita original e fazendo com que , a lua, antes um planeta, se torna-se um satélite, preso agora ao planeta Terra. Agora, Nibiru somente passa próximo a terra, no lugar onde antes estava Tiamat.

A "Epopéia da Criação" afirma claramente que Marduk era um invasor vindo de fora do sistema solar, passando pelos planetas exteriores (incluindo Saturno e Júpiter) antes de colidir com Tiamat (Terra). Os sumérios chamaram NIBIRU, a esse planeta, o "planeta da travessia", e a versão babilônica da epopéia conservou as seguintes informações astronômicas:

Planeta NIBIRU:
As estradas cruzadas do céu e da terra ele ocupará.
Acima e por baixo eles não atravessarão.
Eles terão de o aguardar.

Planeta NIBIRU:
Planeta que é brilhante nos céus.
Ele tem a posição central;
A ele renderão homenagem.

Planeta NIBIRU:
É ele que sem enfado
Continua a atravessar o meio de Tiamat.
Que "TRAVESSIA" seja o seu nome ­–
Aquele que ocupa o centro.


No início, se acreditava que o planeta ao qual os textos sumérios se referiam era Júpiter, mas logo percebeu-se que não.


                                                    Marduk 
Mercúrio Vênus Lua Terra Marte           Júpiter Saturno Urano Netuno Plutão
 Se a órbita de Marduk o leva até onde Tiamat estava outrora, relativamente próximo de nós (entre Marte e Júpiter), por que ainda não avistamos este planeta que, supostamente, é grande e brilhante?
Os textos mesopotâmicos falam de Marduk alcançando regiões desconhecidas dos céus e os longínquos confins do universo.
 "Ele perscruta o escondido conhecimento... ele vê todos os quadrantes do universo." Ele era descrito como o "monitor" de todos os planetas, aquele cuja órbita lhe dá possibilidade de rodear todos os outros. "Ele segura suas faixas [órbitas]", faz um "arco" à volta deles. Sua órbita é "mais suprema" e "superior" que qualquer outra de outro planeta. Ocorreu deste modo a Franz Kugler (Sternkunde und Sterndienst in Babylon) que Marduk fosse um corpo celeste movendo-se a altas velocidades, orbitando numa via de grande  elíptica tal como um cometa.
Uma tal órbita elíptica, focalizada no Sol como um centro de gravidade, tem um apogeu - o ponto mais longínquo do Sol, onde se inicia o vôo de regresso - e um perigeu - o ponto mais próximo do Sol, onde se inicia o regresso para o espaço exterior. Descobrimos que estas duas “bases" estão de fato associadas com Marduk nos textos mesopotâmicos. Os textos sumérios descreviam o planeta como indo desde AN.UR ("Base do Céu") a E.NUN ("Residência Senhorial"). A Epopéia da Criação diz de Marduk:

Ele atravessou o céu e inspecionou as regiões...
Depois ele mediu a estrutura do abismo do Senhor.
Estabeleceu E-Shara como sua notável residência;
Como um grande domicílio ele estabeleceu E-Shara.

Uma "residência" era assim "notável" - distante nas profundas regiões do espaço. A outra foi estabelecida no "céu", nos limites do cinturão de asteróides, entre Marte e Júpiter.

http://1.bp.blogspot.com/-pDCAc1DeQCM/TcqwgsdL4XI/AAAAAAAAAaw/l_RTHy0FUzI/s400/macedoniaonline.jpg

Segundo os ensinamentos de seu antecessor sumério, Abraão de Ur, os antigos hebreus associaram também sua deidade suprema com o supremo planeta. Tal como os textos mesopotâmicos, muitos livros do Antigo Testamento descrevem o "Senhor" como tendo sua residência nas "alturas do céu", onde ele “observa os principais planetas tal como foram erguidos"; um Senhor celestial que, invisível, "nos céus gira como um círculo". O livro de Jó, tendo descrito a colisão celeste, contém estes significativos versos que nos dizem para onde se dirigira o altaneiro e senhorial planeta:

Por sobre o abismo ele delineou uma órbita;
Onde a luz e a escuridão {se fundem}
É o seu mais longínquo limite.

Não menos explicitamente, os Salmos sublinham a majestosa rota do planeta:

Os céus sugerem a glória do Senhor;
O Bracelete Partido proclama seu trabalho manual...
Ele avança como um camareiro vindo da abóbada;
Como um atleta ele deleita-se a correr a rota.
Dos confins dos céus ele emana,
E seu circuito fica no fim deles.

Reconhecido como um grande viajante nos céus, planando em alturas imensas no seu apogeu e depois "descendo, inclinando-se para o céu" no seu perigeu, o planeta é representado como um globo alado.
Toda vez que os arqueólogos descobriram vestígios de povos do Oriente Médio, o símbolo do globo alado estava visível, dominando templos e palácios, esculpido em rochas, gravado em selos cilíndricos, pintado em paredes. Acompanhava reis e sacerdotes, aparecia sobre seus tronos, "flutuava" sobre eles em cenas de batalhas, aparecia gravado em seus carros. Objetos de argila, metal, pedra e madeira eram adornados com este símbolo. Os governantes da Suméria e da Acádia, Babilônia e Assíria, Elam e Urartu, Mari e Nuzi, Mitanni e Canaã - todos eles reverenciaram o símbolo. Os reis hititas, os faraós egípcios, os shar's persas - todos proclamaram a supremacia do símbolo (e daquilo que ele representava). E assim permaneceu durante milênios. 


Maçonaria, Simbologia e Kabbala 

Até nos dias atuais, muitos desses símbolos são encontrados em livros maçônicos, e isso  NÃO É MERA COISNCIDÊNCIA!



 O signo pictográfico para o Décimo Segundo Planeta, o "Planeta da Travessia", era uma cruz. Este signo cuneiforme  que significava também “Anu” e "divino", evoluiu nas línguas semitas para a letra tav,   que queria dizer "o signo".
De fato, todos os povos do Mundo Antigo consideravam a aproximação periódica do Décimo Segundo Planeta como um indício de convulsões sociais, grandes modificações e novas eras. Os textos mesopotâmicos falam do aparecimento periódico do planeta como de um acontecimento antecipado, previsível e observável:

O grande planeta:
A sua aparência, vermelho-escuro.
O céu ele divide ao meio
E permanece como Nibiru.

Muitos textos abordando a chegada do planeta profetizavam os efeitos que o evento desencadearia na terra e sobre a humanidade. R. Campbell Thompson (The Reports of the Magiciens and Astronomers of Nineveh and Babylon) reproduziu vários destes textos que delineiam o progresso do planeta quando ele "rodeou a estação de Júpiter" e chegou ao posto de cruzamento, Nibiru:

Quando da estação de Júpiter
O planeta passa em direção ao oeste,
Esse será um tempo de residir em segurança.
Gentilmente a paz descerá sobre as terras.
Quando da estação de Júpiter
O planeta aumenta de brilho

E no zodíaco de câncer se torna Nibiru,
A Acádia será inundada com a abundância,
O rei de Acádia crescerá poderoso.
Quando Nibiru culmina...
As terras serão habitadas seguramente,
Reis hostis ficarão em paz,
Os deuses receberão preces e ouvirão súplicas.

Esperava-se, no entanto, que o planeta que se aproximava causasse chuvas e inundações, devido aos seus conhecidos efeitos gravitacionais de grande poder:

Quando o planeta do trono do céu
Crescer em brilho,
Haverá inundações e chuvas...
Quando Nibiru atinge seu perigeu,
Os deuses darão paz;
Os distúrbios serão resolvidos,
As complicações deslindar-se-ão.
Chuvas e inundações virão.

Tal como os sábios mesopotâmicos, os profetas hebreus consideraram a época da aproximação do planeta à Terra e de sua manifestação visível à humanidade como um período introdutor de uma nova era. A similaridade entre os presságios mesopotâmicos de paz e prosperidade que acompanhariam o planeta do trono do céu e as profecias bíblicas de paz e justiça que se estabeleceriam sobre a Terra depois do Dia do Senhor pode ser mais bem expressa nas palavras de Isaías:

E virá para passar no fim dos dias:
...O Senhor julgará entre as nações
E repreenderá muitos povos.
Eles forjarão suas espadas para relhas de arado
E suas lanças em podões;
Nenhuma nação levantará a espada contra outra nação.

Em contraste com as bênçãos da nova era, que se seguiriam ao Dia do Senhor, o próprio dia é descrito no Antigo Testamento como uma época de chuvas, inundações e terremotos. Se pensarmos nas passagens bíblicas como referências, tal como suas correspondentes mesopotâmicas, à passagem pela Terra de um grande planeta de enorme força gravitacional, as palavras de Isaías serão plenamente compreendidas:

Como o barulho da multidão nas montanhas,
Um tumultuoso ruído como o de muita gente junta,
De reinos e nações reunidos em conjunto;
Assim é o Senhor dos Exércitos,
Comandando uma hoste para a batalha.
De uma longínqua terra eles vêm,
Do extremo oposto do céu
Vem o Senhor e suas armas de fúria
Destruir a terra inteira...
Por isso eu agitarei o céu
E a terra será sacudida do seu local
Quando o Senhor dos Exércitos atravessar
O dia de sua ardente cólera.

Enquanto na superfície da terra "montanhas se fundirão... vales serão fendidos", o fuso axial da Terra será também afetado. O profeta Amós prediz explicitamente:

E nesse dia acontecerá,
Disse o Senhor Deus,
Que eu farei o Sol descer à tarde
E eu farei a terra escurecer a meio do dia.

Anunciando, "observem, o Dia do Senhor está para vir", o profeta Zacarias informou o povo que este fenômeno de prisão do eixo da Terra à volta do seu próprio eixo duraria apenas um dia:

E nesse dia sucederá,
Que não haverá luz alguma - anormalmente, fará frio.
E haverá um dia, conhecido por Deus,
Que não será nem dia nem noite,
Quando à tardinha houver ainda luz.

No Dia do Senhor, disse o profeta Joel, "o Sol e a Lua serão obscurecidos, as estrelas retirarão seu esplendor", "o Sol será transformado em escuridão e a Lua será como sangue vermelho".
Os textos mesopotâmicos exaltaram o brilho do planeta e sugeriram que ele podia ser visto até de dia: "Visível ao nascer do Sol, desaparecendo de vista ao pôr-do-sol". Um selo cilíndrico encontrado em Nippur representa um grupo de homens com o arado olhando com temor enquanto o Décimo Segundo Planeta (descrito com seu símbolo-cruz) é visível nos céus.

Detalhe, vivos! (rsrsrsrs)


Os povos antigos não só esperavam a chegada periódica do Décimo Segundo Planeta, como também desenhavam em quadro sua progressiva rota.
 ...
Bastante explicitamente, o profeta Habacuque afirmava: "O Senhor virá do Sul... sua glória encherá a Terra... e Vênus será como que uma luz, seus raios dados pelo Senhor".
Entre os muitos textos mesopotâmicos que abordam o assunto, um é particularmente claro:

Planeta do deus Marduk:
Ao seu aparecimento: Mercúrio.
Subindo trinta graus do arco celestial: Júpiter
Quando colocado no local da batalha celeste: Nibiru.

Segundo Zecharia, Nibiru só pode ser visto da Terra quando passa por 3 distintos pontos, culminando com o seu alinhamento onde estará mais proximo de nós ...

  Desenhando um eixo imaginário entre o Sol, a Terra e o perigeu da órbita de Marduk, os observadores na Terra viram Marduk primeiramente alinhado com Mercúrio num ângulo de 30º (ponto A). Avançando outros 30° Marduk atravessa a via orbital de Júpiter no ponto B.
Depois, no seu perigeu (ponto C) Marduk alcança o Cruzamento: de volta ao local da batalha celeste, ele estava mais próximo da Terra e começou em sua órbita de novo até aos longínquos confins do espaço.
Fonte: Livro Décimo segundo planeta - ZECHARIA SITCHIN



22 comentários:

  1. Outro: http://www.youtube.com/watch?v=458X0N1vTkY

    Segundo este o "segundo sol" apareceu depois dos chemtrails... poderá ser efeito da HAARP? Se sim, estará para acontecer um terramoto em Londres?

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o Blog, parabéns! Eu imagino que deve ter sido muito difícil você desprender-se dos limites pequenos do sistema religioso que você cita. À Verdade, muitas vezes, chega-se com dificuldade e pagando-se um preço doloroso de sentir-se incompreendido e solitário na busca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi muito difícil, principalmente depois de me dedicar durante 10 anos ao evangelismo. Tornei-me, diaconisa, missionária e na semana em que eu iria ser consagrada pastora oficialmente perante a igreja, descobri a verdade da boca do próprio pastor que era maçon. Eu sofri muito, na época eu tinha 30 anos,tudo o que eu acreditava e vivia era uma mentira. E desde então, eu busco incansávelmente pela verdade, já faz 2 anos, e não vou parar enquanto eu não a descobrir. Hoje eu me sinto incompreendida e solitária, cada vez mais, eu não tenho com quem conversar, pois ninguém consegue ver o que eu vejo, apenas alguns amigos virtuais com quem compartilho tudo o que descubro... É muito difícil, saber de tantas -(poucas)- coisas, e não poder fazer nada. Às vezes eu sento na praça aqui próximo a minha casa e choro, de olhar para as pessoas e ver, que elas estão tão perdidas, como um dia eu fui.
      Não quero perder a fé na humanidade, sei que cada pessoa despertará a seu tempo e só me preocupo de não ser tarde demais.
      Desculpe o desabafo, é que como vc bem citou... é muito difícil.

      Excluir
    2. Obrigado por ter respondido ao meu comentário. Tenho certeza de que tua busca não é infrutífera, pois ela já te trouxe um grande enriquecimento pessoal. Não tenho a pretensão de te dizer o que fazer, mas posso te dizer o que eu faço, no meu caso pessoal.
      Já faz alguns anos que busco respostas e ao longo do tempo tenho encontrado algumas, mas geralmente elas levam a outras perguntas... Porém, entre tudo o que eu encontrei, algumas coisas têm permanecido ao longo dos anos e, a mais forte de todas, é a certeza da influência benéfica e verdadeira de Nosso Senhor Jesus Cristo em nossas vidas. Tenho minha própria visão sobre Ele. Não acredito que Ele possa ser encontrado em apenas alguma religião ou em alguma filosofia qualquer, mas sim que O encontremos dentro de nós mesmos, em nossos corações. Não o vejo como um mártir sofredor, eternamente pregado numa cruz, mas como um herói, que desceu ao inferno (de nosso egoísmo, de nossa ignorância e de nossas superstições), para nos salvar. Acredito que Ele é o Cristo Planetário, que zelava pela humanidade desde sua criação e que tem mandado emissários a nos ensinar e inspirar, em todas as épocas e em todas as partes do globo, mesmo antes de Ele vir pessoalmente, para mudar o mundo.
      Por isso, te digo: não te desiludas, pois Ele não pode ser confinado. Busque-o dentro de ti!
      Ah! E continue com teus blogs, são ótimas inspirações. Tomei a liberdade de indicá-los no meu blog.

      Excluir
    3. Antes de mais nada muito bom o blog,,,gostei m. quanto a vc q respondeu amei sua resposta e ao ler o desabafo da autora do blog eu pensei em responder mas desisti pois v disse tudo o que eu iria dizer,,,não importa o que aprendamos de diferente ,falso ou verdadeiro ,ou coisas q se complementam,, pois são peças de um longo quebra cabeça.. porem eu tbem tenho esta certeza ,Jesus é o grande senhor da minha vida , e isto nunca mudará,,,,paz e benção.

      Excluir
  3. Tambem me sinto muito assim salu
    vc praticamente me descreeu, tirando que tenho menos idade e nunca fui tao assm com igreja, mas sou extremamente solitario e nao tenho com quem compartilhar as coisas que eu sei, pesquiso ja tem uns 2 anos tambem sobre esses assuntos, e vi que ainda tem muita coisa pra saber, mas e chato nao ter com quem compartilhar as vezes e nao poder comaprtilhar e pasar o conhecimento pros oturos pq as pessoas tem a mente fechada

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo blog e por suas postagens! Continue em busca da verdade! Beijos!

    ResponderExcluir
  5. 19 de setembro de 2012.

    ResponderExcluir
  6. Anônimo G (sempre por aqui): Muitos ensinamentos levam um tempo para serem assimilados, compreendidos ou postos em dúvida pelas pessoas. Quando o tema do que trata o blog é totalmente polêmico mais difícil ainda. Exemplo pessoal: no início quando comentava sobre os referidos assuntos me chamavam de "doido" aqui em casa, até que muito do que passava na mídia eu havia comentado, dito alguma coisa, começou a parecer verdade. É por esse caminho que costumo "puxar" assunto, com os "ignorantes" até com os "intelectuais". Nada melhor que exemplos práticos.

    ResponderExcluir
  7. Vou passar a frequentar, porem não sei se dará tempo suficiente, tenho algumas informações que já comprovei verdadeiras em varios momentos, e agora, segue que o Presidente Obama esta para informar, a base de presão que o planeta existe, e deve ser ate antes da eleição, como la no inicio do Blog aquela informação para não sair de agora ate Novembro, vem corroborar com as informações que tenho . Muita Paz

    ResponderExcluir
  8. Tudo eu disse tudo pode ser mal interpretado. Não estou certo pois é apenas uma teoria entre várias outras, mas acredito que NIBIRU passou a milhares de anos atrás e os Sumérios o presenciaram mas acho que este astro não existe mais pois nessa passagem que foi documentada pelos sumérios este planeta pode ter se chocado com outro planeta do Sistema Solar que ficava entre Júpiter e Marte e acabou formando aquele cinturão de asteroides que existe hoje e que podemos ver numa imagem acima

    ResponderExcluir
  9. Maria Aparecida de Souza2 de novembro de 2012 14:33

    Excelente blog e foi muito útil na minha pesquisa sobre Nibiru.

    ResponderExcluir
  10. E o doente da cabeça sou eu.........

    ResponderExcluir
  11. Espero que tudo seja mesmo verdade. Que sejamos uma mutação genética manipulada pelos nibiruanos, e que por fim, possamos ver a cara dos tais PASTORES, DIÁCONOS, BISPOS, PADRES E O PAPA... rolar no chão, juntamente com suas mentiras que visavam apenas os 10% daqueles que se assentam nos bancos das igrejas. Arrecadação esta, totalmente isenta dos impostos que todos pagamos todos os meses aos governos tão desonestos quanto estes dirigentes religiosos. Se colocarmos os religiosos e políticos, e esperemermos em uma prensa, vai sair o mesmo caldo que poderá ser chamado ESSÊNCIA DA MALDADE. Que venham os ANNUNAKIS. Só tomara que não seja para nos escravizar novamente.
    Se assim tentarem, vamos preparar nossos pés, para chutarmos algumas bundas alienígenas. ESCRAVOS NÃO. Se quizerem ser nossos amigos, BEM VINDOS. CASO CONTRÁRIO... VÃO LEVAR ALGUNS SOPAPOS. Ah vão sim.

    ResponderExcluir
  12. EU VI UM CIRCULO BRILHANTE AO LADO DO SOL NÃO FAZ MUITO TEMPO, E ALGUMAS TEORIAS QUE ANDEI LENDO DEPOIS DO FATO, ME CHAMARAM MUITA ATENÇÃO, E COMECEI A QUERER SABER MAIS SOBRE ESSE PLANETA X OU NIBIRU. É IMPRESSIONANTE A QUANTIDADE DE INFORMAÇÃO QUE A INTERNET NOS TRAZ, E ESTE BLOG ME DEIXOU MAIS LIGADA AINDA NO ASSUNTO. ASSIM COMO LER SOBRE AS 7 PROFECIAS MAIA E ATE SOBRE O TERCEIRO SEGREDO DE FÁTIMA, TUDO VAI SE ENCAIXANDO COMO UM QUEBRA CABEÇA QUE ESTA PERTO DE SUA CONCLUSÃO, MAS NÃO TEMOS MUITO O QUE FAZER A RESPEITO.... ESPECULAÇÕES DE TODOS OS LADOS, O JEITO É ESPERAR E TORCER PARA QUE SEJAM SOMENTE ESPECULAÇÕES MESMO.... BOA PESQUISA PARA TODOS NÓS, SEI QUE SE ALGO REALMENTE CATASTRÓFICO ACONTECER, ESTAREI PSICOLOGICAMENTE MAIS PREPARADA PARA O EVENTO... OBRIGADA POR MAIS ESSAS INFORMAÇÕES...

    ResponderExcluir
  13. Segundo Sol??? :O
    Seria Cássia Eller uma profetiza??

    ResponderExcluir
  14. OLÁ AMIGOS. UMA COISA QUE EU FICO ME PERGUNTANDO É: SABENDO QUE MUITAS PESSOAS EM DIVERSAS PARTES DO MUNDO JÁ VIRAM ESTE SEGUNDO SOL, BRILHANDO NO CÉU AO MESMO TEMPO QUE O NOSSO SOL BRILHA, PORQUE NINGUÉM DA MÍDIA FALA SOBRE O ASSUNTO? EM MUITA GENTE QUE AINDA NÃO ESTÁ SABENDO QUE 2 SÓIS JÁ PODEM SER VISTOS NO CÉU AO MESMO TEMPO! ONDE ESTÁ A IMPRENSA, OS REPÓRTERES, AS EMISSORAS DE TV, OS TELEJORNAIS, OS JORNAIS, O QUE DIZEM OS ASTRÔNOMOS SOBRE ISTO? PORQUE TODOS ESTÃO CALADOS?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Porque a mídia é comandada por "eles" -OS DONOS DO MUNDO- os comandantes da mídia e de quase todos os meios de comunicação.
      "....A programação existe pra manter você na frente, na frente da TV, que é pra você não ver que o programado* é você" *programado = ESCRAVO (Até Quando -Gabriel o Pensador-)

      Excluir
    2. verdade tudo ke aprendi foi na net.gracas aos pesquisadores como vcs.obrg.um abraco da alemanha!

      Excluir
  15. Salu, gostei do seu blog, é muita informação, mas não podemos acreditar em tudo, temos que confrontar pontos de vista. Eu vou apenas dizer das minhas experiências. Eu sou espiritualista e há anos estudo Ramatís, uma entidade espiritual que é psicografada por vários médiuns, não sei se você já ouviu falar dele, e como você parece ter a mente aberta, resolvi lhe falar dele pra você. Bem, ele escreve há anos sobre a vinda de um planeta estranho ao nosso sistema, e que trará mais um ciclo de renovação, ou apocalipse. Dentre os vários livros dele que vale a pena ler no seu caso, que se interessa por esse assunto do Planeta Intruso, é "Mensagens do Astral" e "O Astro Intruso e o Novo Ciclo Evolutivo da Terra", este último em versão digital, ambos têm linguagem simples, mas extremamente científica, eu acredito e sou ramatisiana total. Espero que seja de ajuda como mais uma fonte de informação, é interessantíssimo. Dá uma olhada e depois, se puder, comente. Abraços. Laura.

    ResponderExcluir
  16. Oi Laura, tudo blz?
    De fato é muita informação e concordo não podemos e nem devemos acreditar piamente em tudo. O que devemos buscar, como muito bem colocado por você é confrontar os vários pontos de vista nas inúmeras informações que nos chegam. É dificílimo tentar resgatar e se aproximar um pouquinho da história real com tanta informação fragmentada por todos os lugares.
    Eu não conheço o Ramatís e tenho um pouco de receio com psicografias mas vou ler os livros sim! Obrigada pela dica!
    Pode deixar que vou comentar!
    O primeiro livro consegui pelo Scribd, mas vou começar a ler o segundo.
    Um grande abraço,
    Salu

    ResponderExcluir
  17. Graças a Deus, nada e eterno e a inercia e relativa entre pontos próximos.... Finalmente encontrei algo racional na busca da verdade onde existem diversas opções do "Porque" e "Para Que"... Vamos ser realista.... Deus e uno,,, mas existem diversas formas de chegar próximo a Ele.... nem precisa acreditar nele...basta respeitar e amar o próximo....

    ResponderExcluir

Blog Archive

Nossos visitantes!